Monitorização de cloro, de baixo custo, para Sistemas Rurais de Água Canalizada: está lançado o desafio

A introdução do cloro como meio para tornar a água potável representa um dos avanços de saúde pública de maior impacto na história. Apesar dos benefícios do uso do cloro estarem bem documentados esta utilização em sistemas rurais de abastecimento de água na África Subsaariana permanece baixo.

Um fator que limita seu uso é a capacidade de monitorização com eficiência dos níveis de cloro residual livre em vários pontos do sistema de distribuição de água. Embora tenham sido desenvolvidas tecnologias para automatizar o processo de medição, estas permanecem caras e, portanto, impraticáveis ​​para sistemas rurais de menor escala em ambientes com recursos limitados.

A organização , a  World Vision lançou o desafio para serem desenvolvidas e / ou dispositivos de baixo custo e de fácil manutenção para monitorizar o cloro residual livre em sistemas de distribuição de água encanada localizados em áreas rurais da África Subsaariana. Uma solução para este Desafio não só traria avanços de mudança de vida para as áreas-alvo, mas também impactaria positivamente dezenas a centenas de milhões de pessoas em todo o mundo.

As inscrições para este Desafio devem ser enviadas até 4 de fevereiro de 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

UE sofre mais custos energéticos com sanções à Rússia

UE sofre mais custos energéticos com sanções à Rússia

A Comissão Europeia assumiu nesta quarta-feira, 02 de março, que as sanções da União Europeia (UE) à Rússia vão ter “custos…
EUA querem Rússia fora do Conselho dos Direitos Humanos

EUA querem Rússia fora do Conselho dos Direitos Humanos

Os Estados Unidos da América (EUA) sugerem que a Rússia seja excluída do Conselho dos Direitos Humanos. A proposta foi…
Rússia diz que guerra na Ucrânia não afeta relações com Moçambique

Rússia diz que guerra na Ucrânia não afeta relações com Moçambique

O ministro conselheiro da Rússia em Moçambique, Dimitri Sorokin, garantiu que a guerra na Ucrânia não afeta as relações de…
Descendente de ucranianos, empresário brasileiro lamenta o conflito e diz já sentir impacto nos negócios

Descendente de ucranianos, empresário brasileiro lamenta o conflito e diz já sentir impacto nos negócios

Igor Mazepa Baran tem 57 anos de idade e vive na cidade de Curitiba, no Brasil. É brasileiro com descendência…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin