Ciência | Europa

Morreu o físico Stephen Hawking aos 76 anos

O físico britânico Stephen Hawking, morreu na madrugada desta quarta-feira aos 76 anos, na sua casa em Cambridge, anunciaram os seus filhos, Lucy, Robert e Tim, num texto divulgado por várias agências noticiosas,

“Estamos profundamente tristes com a morte, hoje, do nosso adorado pai. Foi um grande cientista e um homem extraordinário, cujo trabalho e legado permanecerão por muitos anos”, escreveram os filhos.

Hawking sofria de esclerose lateral amiotrófica desde os 21 anos, e viveu mais de 50 anos com esta doença fatal, caracterizada pela degeneração dos neurónios motores, as células do sistema nervoso central que controlam os movimentos voluntários dos músculos.  Segundo os médicos, Stephen Hawking teria no máximo dois anos de vida.

As suas principais áreas de estudo foram a astronomia teórica e a gravidade quântica. Muitos dos seus trabalhos concentraram-se em alinhar a relatividade à teoria quântica para explicar a criação e o funcionamento do Universo.

O cientista foi autor de 14 livros, como “O universo numa casca de noz” e “Uma nova história do tempo”.

Publicado em 2014, o filme “The Theory of Everything” (“A Teoria de Tudo”), retrata a sua vida e carreira académica.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo