Narcisismo é fator de risco importante para a agressividade

Numa revisão de 437 estudos, investigadores descobriram que indivíduos com altos níveis de narcisismo são propensos a comportamentos agressivos e violentos, especialmente quando são provocados. A relação encontrada é robusta para diferentes formas e funções de agressão, diferentes tipos e dimensões de narcisismo e para homens e mulheres de diferentes idades de diferentes países.

“É uma mensagem bastante direta: o narcisismo é um fator de risco significativo para comportamento agressivo e violento em toda a linha”, disse Brad Bushman, da Ohio State University, co-autor do estudo publicado recentemente na revista Psychological Bulletin.

“A ligação que encontramos entre narcisismo e agressão foi significativa – não era trivial em tamanho. As descobertas têm implicações importantes no mundo real ”, acrescentou o Sophie Kjaervik, autora do estudo.

O narcisismo foi relacionado a todas as formas de agressão medidas, incluindo física, verbal, bullying, direta ou indireta e deslocada para alvos inocentes. “As descobertas mostraram que o narcisismo estava ligado ao cyberbullying online, bem como ao bullying offline. Essa é uma descoberta muito importante, agora que vivemos em um mundo online. ”

“Pessoas com alto nível de narcisismo não só tinham maior probabilidade de atacar com raiva, mas também eram mais propensas a ser frias, deliberadas e pró-ativas na sua agressão”, referiu Bushman.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

A maioria dos angolanos que viviam em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, decidiu abandonar o local no sábado, 26…
Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) partilhou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que já são mais…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin