Redes iluminadas reduzem drasticamente a captura acidental de tubarões e outros animais selvagens

Numa situação vantajosa para a pesca comercial e a vida selvagem marinha, os invetsigadores descobriram que o uso de redes iluminadas reduz bastante a captura acidental de tubarões, raias, tartarugas marinhas e outros peixes indesejados.

No estudo publicado na revista Current Biology, os pesquisadores descobriram que as redes de pesca iluminadas reduziram o total de capturas acessórias em 63%, o que incluiu uma redução de 95% em tubarões, raias e tartarugas , uma redução de 81% na lula Humboldt e uma redução de 48% noutros peixes indesejados, mantendo as taxas de captura e o valor de mercado do peixe-alvo.

Além disso, as redes iluminadas reduziram em 57% o tempo que os pescadores levam para recuperar e desembaraçar as redes, tornando essa tecnologia atraente para os pescadores que buscam aumentar a eficiência independentemente de qualquer preocupação com capturas acessórias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin