Ásia | Ciência

“Sol artificial” da Coreia do Sul bate novo recorde mundial ao chegar aos 100 milhões de graus Celsius

sol,

O Centro de investigação KSTAR do Instituto Coreano de Energia de Fusão (KFE) conseguiu, através de um “sol artificial”, bater um novo recorde mundial ao conseguir manter uma temperatura acima de 100 milhões de graus Celsius durante 20 segundos.

O feito alcançado numa investigação conjunta com a Universidade Nacional de Seul (SNU) e a Universidade de Columbia dos Estados Unidos, é ainda mais relevante tendo em conta que em comparação o núcleo do Sol queima a apenas 15 milhões de graus Celsius.

O feito alcançado no dia 24 de novembro de 2020 foi conseguido através de um dispositivo de fusão supercondutor conhecido como KSTAR (Pesquisa Avançada de Tokamak Supercondutor da Coreia). Para a fusão, os cientistas obtiveram um plasma do hidrogénio – composto de íons quentes que ultrapassaram os 100 milhões de graus de temperatura.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo