Tecnologia de descarbonização converte instantaneamente CO2 em carbono sólido

Investigadores australianos desenvolveram uma nova maneira inteligente e supereficiente de capturar dióxido de carbono e convertê-lo em carbono sólido, o método pode ajudar a avançar na descarbonização das indústrias pesadas.

A tecnologia de utilização de dióxido de carbono dos investigadores da RMIT University em Melbourne, Austrália, foi projetada para ser integrada nos processos industriais existentes. A descarbonização é um imenso desafio técnico para indústrias pesadas como cimento e aço, porque não só consomem muita energia, como também emitem diretamente CO2 como parte do processo de produção.

A nova tecnologia oferece um caminho para converter instantaneamente o dióxido de carbono à medida que é produzido e bloqueá-lo permanentemente em um estado sólido, mantendo o CO2 fora da atmosfera.

A pesquisa foi publicada na revista Energy & Environmental Science .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin