Temperaturas anormais responsáveis por 5 milhões de mortes por ano

Um novo estudo internacional descobriu que mais de cinco milhões de mortes por ano podem ser atribuídas a temperaturas quentes e frias anormais.

O estudo constatou que as mortes relacionadas às altas temperaturas aumentaram em todas as regiões de 2000 a 2019, indicando que o aquecimento global devido às alterações climáticas agravará esse número de mortalidade no futuro.

A equipa de pesquisa internacional, liderada por Yuming Guo da Monash University, Shanshan Li e Qi Zhao da Shandong University na China – e publicado no The Lancet Planetary Health – analisou dados de mortalidade e temperatura em todo o mundo de 2000 a 2019, um período em que as temperaturas globais aumentaram 0,26 ° C por década.

O estudo, o primeiro a vincular definitivamente a temperatura aos aumentos anuais na mortalidade, concluiu que 9,43% das mortes globais podem ser atribuídas a temperaturas quentes e frias anormais. Isso equivale a 74 mortes a mais para cada 100.000 pessoas, com a maioria das mortes causadas pela exposição ao frio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Revista de Imprensa Lusófona de 15 de setembro de 2021

Revista de Imprensa Lusófona de 15 de setembro de 2021

Em Portugal o “Público” destaca o título “Autárquicas 2021: Mais de 80% dos presidentes de câmara recandidatam-se, metade entra no…
Noruega abre duas novas áreas offshore para captura e armazenamento de carbono

Noruega abre duas novas áreas offshore para captura e armazenamento de carbono

O governo norueguês lançou duas novas áreas para injeção e armazenamento de dióxido de carbono na plataforma continental norueguesa. O…
Angola: Partidos passam a assumir despesas da fiscalização do registo eleitoral

Angola: Partidos passam a assumir despesas da fiscalização do registo eleitoral

O diretor nacional para o Registo Eleitoral Oficioso, Fernando Paixão, informou que os partidos políticos terão de assumir as despesas…
Reduzir o açúcar em alimentos embalados pode prevenir doenças em milhões de pessoas

Reduzir o açúcar em alimentos embalados pode prevenir doenças em milhões de pessoas

Cortar 20% do açúcar dos alimentos embalados e 40% das bebidas poderia prevenir 2,48 milhões de eventos de doenças cardiovasculares…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin