Agenda | Cultura

“66 Cinemas” celebra o rito cinematográfico

A 28 de dezembro de 1895, os irmãos Louis e Auguste Lumiére fizeram pela primeira vez uma exibição comercial de cinema. Esta data marca assim a fundação do conceito de sala de cinema e bilheteira, numa sessão programada com 10 filmes dos irmãos e 33 espetadores.

125 anos depois, o Centro de Estudos Cinematográficos celebra este ímpeto com uma obra do realizador Philipp Hartman, “66 Kinos”, ou “66 Cinemas” em português. O realizador percorreu cerca de 20 mil quilómetros a mostrar o seu filme “O Tempo Passa como um Leão Ruge” (2013)por toda a Alemanha. Deste percurso nasceu o “66 Kinos”.

O filme documenta cinematograficamente o universo das salas de exibição, os responsáveis e os vários públicos. Em “66 Kinos”, Hartmann mostra-nos 66 salas de cinema, todas elas diferentes, e formas de ver e mostrar cinema distintas.

“66 Kinos” vai estar em exibição, pelas 20:30 horas, no estúdio 2 do Galerias Avenida.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo