Cultura | Entrevista | Igor Lopes

Conheça o jovem brasileiro que se apaixonou pelas imagens da última Família Real Reinante de Portugal

Gabriel Nascimento Soares é lusodescendente, nascido na cidade litorânea de Paranaguá, no Estado do Paraná, Sul do Brasil. Atualmente, Soares está a cursar o curso superior em Sistemas de Informação no Instituto Superior do Litoral do Paraná. Aos 20 anos de idade, tem nas fotografias de época mais do que um hobby ou uma profissão.

 

Fruto das suas raízes portuguesas, Gabriel Soares voltou-se para o mundo do tratamento de fotos antigas por ter ficado impressionado pelos detalhes da história do Reino de Portugal, pela qual diz-se fascinado.

 

Ao conversar com a e-Global, este profissional destacou o trabalho como restaurador e colorizador de fotos antigas e revelou a sua inspiração proveniente das imagens da última família real reinante portuguesa.

 

Que imagens lhe chamam mais a atenção?

Fotos de pessoas que marcaram a história da sociedade, de forma positiva e também negativa.

 

Trabalhou em fotos da última Família Real reinante de Portugal?

Eu conheci a história da última Família Real Reinante de Portugal quando entrei em 2019 no grupo do Facebook com o nome de “Amélia de Orleans e Bragança e monarcas pelo mundo”. Comecei a ver as fotos da última rainha e me encantei, e, a partir de então, comecei a colorizar muitas fotos da última família, e achei interessante juntar estas fotos colorizadas num e-book. Penso, no futuro, lançar uma nova versão, mais completa. Este primeiro e-book é um projeto piloto.

 

Como é o seu trabalho de restaurador de fotos antigas?

Utilizo no Processo de Restauração de Colorização alguns programas, como Gimp, Photoshop e Lightroom e emprego uma técnica própria, que melhor se encaixa a mim. As avaliações são feitas pela dificuldade encontrada, ou seja, o tempo gasto em cada foto. Faço este serviço personalizado para os dois países: Portugal e Brasil.

 

Tem presença na Internet?

No início do meu trabalho, criei a página “Cores do Passado” no Facebook, na qual posto fotos colorizadas, e, tempo depois, criei uma conta no Youtube com o mesmo nome, onde estou publicando vídeos colorizados. O meu trabalho pode ser encontrado também no sítio www.coresdopassado.com.br

 

Ígor Lopes

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo