Cultura

De Lira com Morna, espetáculo promotor da Morna, cancelado por falta de verbas

O espetáculo de “dança aérea,” Lira com Morna, sob a direção de Pascoal Furtado, que tinha a sua estreia marcada para Lisboa no Teatro Armando Cortez, no dia 10 de Abril, pelas 21.00, foi cancelado por falta de verbas.

Esta iniciativa que reúne bailarinos cabo-verdianos do Mindelo e alunos portugueses do chapitô foi pensada no âmbito da candidatura da Morna a património imaterial da humanidade através da realização de várias iniciativas tanto em Cabo Verde como na diáspora.

O espetaculo que reúne, música, poesia, dança e lira circense, é um espetáculo diferente que articula e junta várias espécies artísticas. A produtora pediu apoio “a tudo e a todos, para que este projeto se pudesse concretizar, mas sem sucesso,” esclarece Paula Torres de Carvalho, responsável pela produção do espetáculo.

“Apesar do governo de Cabo Verde ter patrocinado vários espetáculos deixou este de for a e sem apoios não podemos prosseguir” argumenta ainda Paula Torres de Carvalho, “pois subsiste a ideia de que cultura é gratuita, mas não pode ser vista dessa forma, tem de haver um investimento económico e politico. Há músicos, bailarinos e técnicos que precisam de receber pelo seu trabalho, não basta ter talento”.

O espetáculo foi desenhado tendo em conta a transmissão de uma herança cultural da Morna aos mais novos, daí também a originalidade do projeto. No entanto, o grupo não se rende e a “luta pela obtenção de mais apoios continua.”

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo