Cultura

Embaixada de Portugal no Brasil abre as portas para promover potencialidades nacionais

As instalações da embaixada de Portugal no Brasil foram palco da primeira edição do evento cultural “Brasília ENCONTRA Portugal”, entre os dias 13 e 16 de novembro. O evento, que contou com entrada gratuita, realizou-se numa parceria entre a embaixada de Portugal e o Camões – Centro Cultural Português em Brasília, capital brasileira, em colaboração com o Turismo de Portugal. Um dos intuitos desse certame foi proporcionar aos participantes conhecerem o espaço da embaixada, que se destaca por contar com um edifício inaugurado em 1978, de autoria do arquitecto português Raul Chorão Ramalho, cujo exterior conta com intervenções plásticas e escultóricas de artistas portugueses. O circuito proposto pela organização serviu também como ponto de encontro para cidadãos que estão a pensar deixar o Brasil para viver em Portugal.

Durante o evento, foram privilegiados os temas Design, Cultura, Turismo e Gastronomia com o objectivo de “proporcionar, aos visitantes, um espaço privilegiado para a reaproximação, a redescoberta, o reconhecimento mútuo, bem como a celebração do histórico relacionamento interatlântico projectando-se na modernidade”. Nesse sentido, foram oferecidos conteúdos diversos, além de oficinas e workshops.

O primeiro dia do evento, 13 de novembro, ficou marcado pela abertura oficial das exposições “Portugal Manual” e “Brasília Design”, além da realização de uma mesa-redonda subordinada ao tema “Territórios do Design Contemporâneo: diálogos luso-brasilienses”. Enquanto a exposição “Brasília Design” celebrou a diversidade criativa do design de produto genuinamente brasiliense, com uma selecção da produção contemporânea, entre nomes consagrados e novos talentos, o “Portugal Manual” funcionou como uma plataforma que reuniu artesãos contemporâneos num ecossistema que promoveu a transmissão de saberes, de modo a dar a conhecer ao mundo o que de melhor se faz em Portugal. Esse espaço expôs o trabalho de artistas, designers e produtores que, “através de novos contornos, redesenharam objectos, ideias, mas também valores, procurando reposicionar a imagem de Portugal, valorizando sempre a tradição, o consumo ético e o empreendedorismo criativo”.

No dia seguinte, 14, foi a vez da maquete do “Bondinho Prazeres 28” encantar os visitantes, com visitações e um passeio virtual pelas ruas de Lisboa. Os participantes tiverem ainda a oportunidade de frequentarem oficinas e workshops sobre flores e fotografia tradicional e em telemóveis. As crianças tiveram uma programação especial. Os mais pequenos puderam participar no workshop “Terrário para Crianças” e numa oficina de fotografia lúdica.

Por meio de Food Trucks, a gastronomia portuguesa esteve bem representada. Os visitantes puderam degustar pratos como arroz de pato e arroz de bacalhau, bifanas ou pregos no pão, acompanhados de vinhos lusitanos ou cervejas artesanais brasilienses. Os famosos e deliciosos pastéis de nata não ficaram de fora do cardápio.

Já a música ficou a cargo do trio BeJazz, formado pelos músicos Eudes Carvalho (bateria), Misael Barros (baixo acústico) e Daniel Castro (guitarra), com a participação especial do cavaquinista brasiliense Matheus Donato, num diálogo único da formação jazzística com um instrumento tradicional como o cavaco de seis cordas.

Um dos pontos que mais chamou a atenção dos visitantes foi a presença de uma réplica, em tamanho real, do “Eléctrico ou Bondinho Prazeres 28”, que é um ícone da cidade de Lisboa. Através de experiências sensoriais, os visitantes passearam virtualmente por vários pontos turísticos de Portugal. O equipamento, com 25 lugares sentados, dispõe de um sistema audiovisual imersivo e um simulador das ruas de Lisboa. Foram também dadas a conhecer outras localidades e elementos culturais tão diversos quanto a Biblioteca da Universidade de Coimbra, a Casa da Música no Porto, a guitarra portuguesa, os azulejos tipicamente lusos e os bons vinhos. Essa maquete já passou pelo Rio de Janeiro e São Paulo.

Segundo informações da embaixada de Portugal no Brasil, “a primeira edição do Brasília ENCONTRA Portugal foi um sucesso”, tendo contado com “mais de 25 horas de evento e quase quatro mil visitantes”. Por esse motivo, essa estrutura diplomática no Brasil sublinhou que “a segunda edição do programa cultural está já agendada para 2019”.

“Agradecemos aos que acreditaram neste encontro entre tradições e modernidade luso-brasileiras e que estiveram conosco fazendo uma linda festa”, finalizou a embaixada portuguesa, que realçou que pretende, com esse tipo de evento, “poder contribuir para o alargamento de experiências a novos públicos brasilienses, incluindo crianças e jovens, fortalecendo o diálogo entre Portugal e Brasil, na contemporaneidade”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo