Cultura

Escritores lusófonos em grande destaque na Feira Literária de Guadalajara

 

A feira internacional do livro na cidade de Guadalajara, no México terá lugar entre os dias de 24 de Novembro e 2 de Dezembro. Este é o maior expositor do mundo editorial em espanhol com cerca de 2187 casas editoriais de 47 países, reunindo ano após ano mais de 800 mil visitantes e profissionais do mercado livreiro provenientes de todas as partes do mundo.

Este ano, Portugal ocupa o lugar de convidado de honra com o tema o “futuro é a Aurora do passado” sendo destacado o seu papel na constução de pontes entre as várias identidades culturais que o país foi tecendo através do Oriente, America do Sul e Africa. É também posto em evidência o facto de o português ser a quinta língua mais falada no mundo.

De salutar será também a atenção dada ao escritor, cronista, ensaísta e dramaturgo angolano Manuel Rui, autor do hino angolano, Angola Avante, que apresentará a sua antologia “um comba e outros contos” com poemas selecionados de outras obras como é o caso “De regresso adiado”, lançado em 1973, ou “Sim, Camarada”, de 1977, no ato de abertura da feira perante uma audiência mundial, recetiva ao que de melhor se faz no domínio da literatura.

O autor é dono de uma vasta obra pautada pelo uso da ironia e pelo excelente condão de contar histórias que nos deixam com um sorriso triste, “um amargo de boca” e muito espaço para pensar. É uma literatura marcada pelo ativismo e pela liberdade, já a linguagem usada é o português com muitos vocábulos típicos e regionais, que descrevem perfeitamente o dia-a-dia do povo angolano. Entre os seus maiores sucessos está a obra prima – Quem me dera ser onda –traduzida em várias línguas.

A Feira Internacional do Livro de Guadalajara contará também com uma presença notável de escritores lusófonos, cerca de 40, bem como um conjunto de editores, investigadores e artistas que serão porta vozes da cultura, língua e riqueza cultural dos seus países, numa mostra que reúne também as mais variadas artes criativas, visuais, cénicas e performativas.

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo