Exposições, Cinema e Concertos Gratuitos até ao próximo sábado no Porto

Durante três dias, a Escola das Artes da Católica no Porto vai brindar os novos estudantes e público em geral com a apresentação de projetos de estudantes finalistas numa mostra que reúne várias exposições, sessões de cinema, concertos, conversas e performances.

As sessões irão decorrer em vários espaços da Escola das Artes e a entrada é livre para todos aqueles que queiram assistir de 16 a 18 de setembro. As sessões ainda que com entrada gratuita, estão condicionadas a uma marcação prévia e à lotação dos espaços. Além das sessões, será ainda lançado o Anuário 20-21 onde estarão reunidos todos os projetos.

Para o primeiro dia do programa destaca-se: a apresentação do livro “E Era Outra Coisa” apresentado por Helena Gil da Costa; concerto de Gregório Liz; lançamento do anuário e as sessões de cinema “Sónia” de Maria Moreira, “Guardião” de Guilherme Gilman, “Living Water” de Rafael Serralheiro, Viana em nós” de Francisco Monteiro de Magalhães e “Azucrinado” de Carolina do Lago.

Para o segundo dia: Visita guiada às instalações e apresentação de trabalhos; concerto de Guilherme Cruz, exposições e sessões de cinema. No terceiro dia, além de mais exposições e sessões de cinema será ainda possível assistir ao concerto da AEEA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin