Cultura | Europa

França torna públicos 200 mil documentos da II Guerra Mundial

Setenta anos depois do fim da Segunda Guerra Mundial, a França tornou públicos 200 mil documentos do chamado regime de Vichy que ajudou a Alemanha nazi a deportar 76 mil judeus de França, incluindo muitas crianças.

Os papéis provêm dos arquivos dos ministérios dos Negócios Estrangerios, do Interior e da Justiça, bem como da polícia.

“Se existem documentos [que nos ajudarem a] fazer progressos, na minha opinião, é melhor saber sobre a colaboração e, principalmente, sobre a colaboração militar entre os franceses e os alemães, a colaboração entre o mais feroz dos franceses do nazismo e do fascismo, que trabalhavam dentro das organizações alemãs”, afirmou o historiador Denis Peschanski.

Os familiares das vítimas serão agora capazes de descobrir exatamente o que aconteceu com os seus entes queridos.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo