Cultura | Médio Oriente

Judeus caraítas reelegem por unanimidade rabino chefe

O Conselho Religioso dos judeus caraítas reelegeu por unanimidade o seu rabino chefe, Rabi Moshe Piroz, por um período de quatro anos.

Os caraítas são uma peque seita judaica que segue unicamente a Torah e rejeita os acréscimos da Lei Oral, incluindo o Mishnah e o Talmud. «Caraíte» vem do verbo hebreu «ler» porque consideram-se intérpretes literais do Livro de Moisés.

Existem aproximadamente 40 mil judeus caraítas em Israel, e 10 mil no estrangeiro, incluindo mil em São Francisco.

Em Israel, há 11 sinagogas caraítas. As maiores comunidades estão em Ramle, Ashdod, Jerusalém, Bat Yam, Rishon Lezion, Kyriat Gat, Ofakim e Beersheba.

O movimento caraíta foi estabelecido há cerca de 1,300 anos em Bagdade por Anan ben-David HaNasi entre outros. Muitos judeus caraítas chegaram a Israel provenientes de países como Iraque, Irão e Egipto nos anos 50 e 60.

Existiu tensão entre o judaísmo ortodoxo e o judaísmo caraíta até 1973, quando o chefe sefardita Rabino Ovadia Yosef reconheceu que os judeus caraítas são judeus “para todos os efeitos” e que os judeus ortodoxos podem casar com judeus caraítas.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo