Cultura

Leigos para o desenvolvimento lançam projeto Histórias ao Sul para um turismo mais sustentável

No dia 3 de agosto procedeu-se à inauguração do Roteiro Fotográfico “Histórias ao Sul”, que contou com a instalação de 27 fotografias e histórias sobre a cultura e tradições das comunidades do Bairro de Porto Alegre. Este projeto está inserido no contexto de uma missão que os Leigos para o Desenvolvimento têm em São Tomé e Príncipe.

Os Leigos para o Desenvolvimento em parceria com o Grupo Comunitário de Porto Alegre, o Grupo de Mulheres “Trabá só cá dá tê” e o Movimento de Expressão Fotográfica, com o financiamento do Instituto Camões e do MTSS, reproduziram um Roteiro Fotográfico, que está instalado nas ruas de Porto Alegre.

Em declarações à e-Global, Paulo Gonçalves, organizador do projeto, 32 anos, natural de Lisboa, licenciado em teatro na área de Design, em missão em São Tomé, desde outubro de 2018, explica que todos os projetos desta organização católica são feitos com o objetivo de “capacitar e valorizar a comunidade e auxiliar o empoderamento da mulher são-tomense”. No que se refere ao desenvolvimento deste trabalho em específico, veio responder à afluência considerável do turismo em São Tomé e da necessidade de oferecer atividades variadas aos vários visitantes.

“Atualmente, Porto Alegre tem 4 hotéis de renome nesta zona, porque é uma zona muito bonita, com praias lindíssimas, então pensou-se em criar um conjunto de ofertas culturais e turísticas que pudessem responder a esta demanda turística”.

As várias reportagens feitas pelos membros da comunidade permitiram traçar um retrato de Porto Alegre e a ideia passa sempre “por melhorar o dia-a-dia da comunidade, porque antes deste projeto, o turista vinha de carro e ia diretamente para o hotel e desde a inauguração que se nota um envolvimento maior entre os turistas e a comunidade”, assegura Paulo.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo