Cultura

Projeto europeu abre concurso para atribuição de bolsas a artistas dos PALOP e Timor-Leste

No âmbito do projeto da União Europeia PROCULTURA PALOP-TL, o Instituto Camões e a Fundação Calouste Gulbenkian vão atribuir bolsas de viagem a artistas nacionais dos PALOP ou de Timor-Leste, e aí residentes, nas áreas da Música e das Artes Cénicas, nomeadamente, teatro, dança, artes circenses, ópera e canto.

As bolsas pretendem apoiar a frequência de residências artísticas na Europa, Brasil, Austrália ou países vizinhos dos PALOP e Timor-Leste e, desta forma, apoiar o desenvolvimento do seu trabalho em diálogo com outros contextos de criação contemporânea, incentivar o seu reconhecimento e a circulação internacional.

O PROCULTURA PALOP-TL tem como objetivo contribuir para a criação de emprego em atividades geradoras de rendimento na economia cultural e criativa nos PALOP e em Timor-Leste.

Em 2019, 12 artistas de Angola, Cabo Verde e Moçambique foram selecionados para a frequência de residências na África do Sul, Brasil, Quénia e Portugal com o apoio deste projeto.

As candidaturas decorrem entre 1 de junho e 30 de setembro, para realização de residências artísticas em 2020 e 2021. Os cidadãos interessados poderão consultar o regulamento e os formulários de candidatura no site da Fundação Calouste Gulbenkian.

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo