Viagem por África e América do Sul no Festival Caminhos do Cinema Português

O domingo do Festival Caminhos do Cinema Português propõe uma viagem pelo cinema sul-americano e africano.

A Casa do Cinema de Coimbra exibe, de tarde, “A terra segue azul quando saio do trabalho”, do brasileiro Sérgio Silva, “Umukulu”, do angolano Nuno Barreto, e “Avô Dezanove e o Segredo do Soviético”, do moçambicano João Ribeiro.

Na secção Filmes do Mundo, é possível assistir “Otonashi”, do alemão Martin Gerigk, e “As Mil e Uma”, da argentina Clarissa Navas. À noite, é a vez da secção Outros Olhares, com a exibição de “O Ofício da Ilusão”, de Cláudia Varejão, “Timkat”, de Ico Costa, “Mulher como Árvore”, de Flávio Ferreira, Helder Faria, Alejandro Vazquez, Carmen Tortosa e Daniela Cajías, “Mudança”, de Welket Bungué, e “Diálogo de Sombras”, de Júlio Alves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin