Cultura | Vida

Eduardo Lourenço vence Prémio Vasco Graça Moura-Cidadania Cultural

A primeira edição do Prémio Vasco Graça Moura-Cidadania Cultural foi atribuído, por unanimidade, ao ensaísta Eduardo Lourenço, de 92 anos.

O prémio, instituido pela Estoril-Sol em parceria com a editora Babel, é atribuído pela primeira vez, tem periodicidade anual e o valor pecuniário de 40 mil euros. O galardão foi criado em homenagem à memória do escritor e político Vasco Graça Moura, falecido em Abril de 2014.

Eduardo Lourenço, «Trata-se de uma personalidade multifacetada que se singulariza pela coerência entre um pensamento independente e aberto e uma permanente atenção à sociedade portuguesa, à sua cultura, numa perspetiva universalista, avultando a reflexão sobre uma Europa aberta ao mundo e nunca fechada numa qualquer fortaleza encerrada no egoísmo e no preconceito», lê-se no documento emitido pelo do Centro Nacional de Cultura.

«O reconhecimento de uma personalidade largamente consagrada constitui assim, e também, uma homenagem a Vasco Graça Moura, que tanto apreciava a obra e a pessoa de Eduardo Lourenço», conclui o júri do galardão que foi presidido por Guilherme d’Oliveira Martins.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo