Em 2016 morreram 93 profissionais de comunicação no exercício das suas funções

Em 2016 morreram 93 profissionais dos media num total de 23 países, durante o exercício das suas funções. Estes são dados revelados pela Federação Internacional de Jornalistas (IFJ) na passada sexta-feira dia 30 de dezembro. No comunicado destaca-se a declaração do Secretário-Geral da Federação Internacional dos Jornalistas Anthony Bellanger, que diz ser urgente que os governos investiguem de forma credível e rápida as mortes e os desaparecimentos dos jornalistas, para que se possa “proteger a integridade física e a independência profissional”.

De acordo com os registos da IFJ em 2016 morreram, por ordem decrescente, 30 jornalistas no Médio Oriente, 28 na região da Ásia e do Pacífico, 24 na América, 8 jornalistas em África e apenas 3 na Europa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola mantém aposta na diplomacia económica

Angola mantém aposta na diplomacia económica

O ministro das Relações Exteriores de Angola, Téte António, reiterou a aposta do Governo na promoção da diplomacia económica. O…
Investigadora do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra ganha pela segunda vez concurso ERC

Investigadora do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra ganha pela segunda vez concurso ERC

A Investigadora Principal do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (CES-UC), Ana Cristina Santos, acaba de ganhar um…
Cabo Verde: PR propõe fundos para autonomia dos municípios

Cabo Verde: PR propõe fundos para autonomia dos municípios

O Presidente da República de Cabo Verde, José Maria Neves, propõe a criação de um Fundo de Desenvolvimento Local e…
Timor-Leste: Representante da CPLP apela à participação nas presidenciais

Timor-Leste: Representante da CPLP apela à participação nas presidenciais

O chefe da missão de observação da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) às eleições presidenciais em Timor-Leste, o…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin