Alimentos que estimulam os micróbios intestinais podem ser uma nova maneira de ajudar crianças desnutridas

A UNICEF revelou que mais de 1 em cada 5 crianças menores de 5 anos, ou 149,2 milhões, estão a lidar com o flagelo da subnutrição – uma forma de desnutrição mais comum em países de baixo e médio rendimento.

A subnutrição deixa as crianças atrofiadas, ou baixas para a idade, e com baixo peso para a altura. Além disso pode ser mortal: globalmente, 5,2 milhões de crianças menores de 5 anos morreram em 2019; 45 por cento dessas mortes estão relacionadas a questões relacionadas à nutrição, de acordo com a Organização Mundial de Saúde.

Um dos sítios onde é visível esta situação é nas favelas densamente povoadas de Dhaka, Bangladesh, onde as crianças sobrevivem com arroz cozido com curry em pó e bolachas e batatas fritas baratos. Estes alimentos pobres em proteínas fornecem nutrientes escassos para os corpos em crescimento.

Ainda assim, em Dhaka, há um vislumbre de esperança. As crianças alimentadas com um novo tipo de suplemento alimentar, com o objetivo não apenas de nutri-las, mas também de restaurar bactérias intestinais, ganharam mais peso em média do que as crianças alimentadas com suplementos tradicionais de alto teor calórico.

As descobertas foram relatadas pelos investigadores do Centro Internacional para Pesquisa de Doenças Diarréicas, Bangladesh, num estudo preliminar publicado a 7 de abril no New England Journal of Medicine .

Em seis meses, os pesquisadores esperam obter resultados que determinem se esses ganhos persistem.

Num estudo anterior da Universidade de Washington os cientistas já tinham descoberto que os bebés desnutridos carecem de micróbios intestinais benéficos, e o problema persiste mesmo depois desses bebés serem alimentados com alimentos destinados a aumentar seu peso.

Estes micróbios intestinais são importantes para o metabolismo, imunidade, digestão e desenvolvimento geral, portanto, a falta deles impede os esforços para ajudar essas crianças recuperarem o peso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *



Artigos relacionados

Angola defende Guiné Equatorial no processo da pena de morte

Angola defende Guiné Equatorial no processo da pena de morte

O ministro das Relações Exteriores de Angola, Téte António, acredita que a Guiné Equatorial está “a fazer a sua parte” para abolir a pena…
Timor-Leste regista 856 empresas indonésias

Timor-Leste regista 856 empresas indonésias

O Embaixador da Indonésia em Timor-Leste, Sahat Sitorus, informou que o Serviço de Registo e Verificação Empresarial de Timor-Leste (SERVE-TL) registou, atualmente,…
Moçambique recebe apoio de 4.6 biliões de meticais da Alemanha

Moçambique recebe apoio de 4.6 biliões de meticais da Alemanha

Moçambique recebeu nesta quinta-feira, 17 de junho, 4.6 biliões de meticais da Alemanha para o setor da Educação e obras públicas. A…
Revista de Imprensa Lusófona de 18 de junho de 2021

Revista de Imprensa Lusófona de 18 de junho de 2021

O “Jornal de Angola” escreve que a “Taxa de desemprego cai para 30,5 por cento”. De acordo com o “Portal de Angola”,…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin