Campus Neurológico realiza videoconferência  “Os acidentes vasculares cerebrais previnem-se?”

Como forma de assinalar o dia mundial do acidente vascular cerebral (AVC), a 29 de outubro, o CNS Campus Neurológico realiza uma conversa online, em formato de videoconferência, dedicada ao tema “Os acidentes vasculares cerebrais previnem-se?”, no próximo dia 31 de Outubro, sábado, às 16h.

A videoconferência será moderada pelo Prof. Joaquim Ferreira, neurologista e diretor clínico do CNS e contará com a presença da Dra. Ana Tornada, médica de Medicina Interna, do Dr. Daniel Caldeira, cardiologista, e da Fisioterapeuta Daniela Guerreiro.

Esta conversa online destina-se a toda a comunidade com interesse nesta doença, incluindo doentes, familiares, cuidadores e profissionais de saúde e será transmitida em directo no Canal CNS no youtube.

Pode assistir em directo no CANAL CNS.

Para participar é necessário ter Plataforma Zoom, e aceder AQUI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia e Rússia adiam negociações para esta quinta-feira

Ucrânia e Rússia adiam negociações para esta quinta-feira

As negociações entre a Ucrânia e a Rússia foram adiadas para esta quinta-feira, 03 de março.  A delegação ucraniana está…
Portugal agradece à Roménia apoio no repatriamento de portugueses e ucranianos

Portugal agradece à Roménia apoio no repatriamento de portugueses e ucranianos

O primeiro-ministro português, António Costa, manifestou publicamente ao Presidente da Roménia, Klaus Iohannis, a sua gratidão pelo apoio prestado na…
Guiné-Bissau: PGR quer vigilância acrescida a pessoas com enriquecimento anormal

Guiné-Bissau: PGR quer vigilância acrescida a pessoas com enriquecimento anormal

O Procurador-geral da República (PGR) pediu aos magistrados para estarem atentos às pessoas que procuram vias fáceis para enriquecer, às…
Moçambique: Oposição critica "silêncio" do Governo sobre invasão à Ucrânia

Moçambique: Oposição critica "silêncio" do Governo sobre invasão à Ucrânia

A Renamo e o MDM, partidos moçambicanos da oposição, condenam a invasão da Rússia à Ucrânia. Ambos criticam o “silêncio”…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin