Conflito, crise climática e covid-19 representam ameaças para a saúde das mulheres e crianças

O progresso alcançado na melhoria da saúde das mulheres e crianças na última década está em risco devido ao conflito, à crise climática e à pandemia da covid-19, revela um relatório divulgado hoje pela UNICEF, pela Organização Mundial de Saúde e pelo Fundo das Nações Unidas para a População.

O relatório, intitulado “Protect the Progress: Rise, Refocus, Recover 2020”, assinala os 10 anos do movimento Every Woman Every Child.

Nos últimos 10 anos a morte de crianças com menos de 5 anos atingiu o número mais baixo de sempre em 2019 e a mortalidade materna diminuiu 35% desde 2000, com a maior descida a registar-se a partir de 2010. No entanto, o conflito, a instabilidade climática e a pandemia da covid-19 estão a colocar a saúde e o bem-estar de todas as crianças e jovens em risco.

Em particular, a crise da covid-19 está a exacerbar as desigualdades já existentes, dificultando o acesso a serviços essenciais de saúde, que impactam com maior intensidade as mulheres e crianças em situação de vulnerabilidade.

De realçar que, segundo o relatório, durante o período de confinamento da covid-19 foram encerradas escolas em 192 países, afetando 1,6 mil milhões de estudantes e a violência doméstica e o abuso sexual de raparigas e mulheres aumentaram consideravelmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia e Rússia adiam negociações para esta quinta-feira

Ucrânia e Rússia adiam negociações para esta quinta-feira

As negociações entre a Ucrânia e a Rússia foram adiadas para esta quinta-feira, 03 de março.  A delegação ucraniana está…
Portugal agradece à Roménia apoio no repatriamento de portugueses e ucranianos

Portugal agradece à Roménia apoio no repatriamento de portugueses e ucranianos

O primeiro-ministro português, António Costa, manifestou publicamente ao Presidente da Roménia, Klaus Iohannis, a sua gratidão pelo apoio prestado na…
Guiné-Bissau: PGR quer vigilância acrescida a pessoas com enriquecimento anormal

Guiné-Bissau: PGR quer vigilância acrescida a pessoas com enriquecimento anormal

O Procurador-geral da República (PGR) pediu aos magistrados para estarem atentos às pessoas que procuram vias fáceis para enriquecer, às…
Moçambique: Oposição critica "silêncio" do Governo sobre invasão à Ucrânia

Moçambique: Oposição critica "silêncio" do Governo sobre invasão à Ucrânia

A Renamo e o MDM, partidos moçambicanos da oposição, condenam a invasão da Rússia à Ucrânia. Ambos criticam o “silêncio”…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin