A motivação depende de como o cérebro processa a fadiga

Como decidimos se uma atividade que requer trabalho “vale o esforço” ou não? Os investigadores mostraram que a vontade de trabalhar não é estática e depende dos ritmos flutuantes da fadiga.

Fadiga – a sensação de cansaço por realizar tarefas difíceis – é algo que todos nós experimentamos diariamente e isso pode fazer perder a motivação. Embora os cientistas entendam os mecanismos que o cérebro usa para decidir se uma determinada tarefa vale o esforço, a influência da fadiga nesse processo ainda não é bem compreendida.

A equipa de pesquisa da University of Birmingham & University of Oxford conduziu um estudo para investigar o impacto da fadiga na decisão de uma pessoa se esforçar. Descobriram que as pessoas tinham menos probabilidade de trabalhar e de se esforçar – até mesmo por uma recompensa – se estivessem cansadas. Os resultados são publicados na Nature Communications.

Curiosamente, os investigadores descobriram que havia dois tipos diferentes de fadiga detectados em partes distintas do cérebro. Na primeira, a fadiga é vivida como uma sensação de curta duração, que pode ser superada após um breve descanso. Com o tempo, porém, um segundo sentimento, de longo prazo, pode-se acumular, e impedir as pessoas de quererem trabalhar e não vai embora com breves descansos.

“Este trabalho fornece novas maneiras de estudar e compreender a fadiga, seus efeitos no cérebro e por que ela pode mudar a motivação de algumas pessoas mais do que outras”, diz Matthew Apps, autor do estudo. “Isso ajuda a começar a lidar com algo que afeta a vida de muitos pacientes, bem como as pessoas no trabalho, na escola e até mesmo em atletas de elite.”

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

STP: 4 detidos morrem no quartel militar

STP: 4 detidos morrem no quartel militar

Quatro cidadão são-tomense que se encontravam detidos no quartel militar, depois da tentativa de invasão falhada, morreram na passada sexta-feira,…
Angola recebeu auxílio de USD 246 mil do Japão para desminagem

Angola recebeu auxílio de USD 246 mil do Japão para desminagem

O Governo japonês investiu mais de 246.900 dólares em ações de desminagem na província do Cuanza Sul, segundo o Embaixador do…
Moçambique: Oficializado ensino via Internet no país

Moçambique: Oficializado ensino via Internet no país

O Parlamento moçambicano oficializou nesta semana o ensino via Internet no país. Assim, estudantes do ensino superior poderão passar a…
Cabo Verde é dos 21 melhores destinos para visitar em 2023

Cabo Verde é dos 21 melhores destinos para visitar em 2023

Cabo Verde encontra-se entre os 21 melhores destinos para se visitar em janeiro de 2023, de acordo com a lista…