Beber água suficiente pode prevenir a insuficiência cardíaca

Manter-se bem hidratado ao longo da vida pode reduzir o risco de desenvolver insuficiência cardíaca, de acordo com uma pesquisa apresentada no Congresso ESC 2021.

“O nosso estudo sugere que manter uma boa hidratação pode prevenir ou pelo menos retardar as mudanças no coração que levam à insuficiência cardíaca”, disse a autora do estudo, Natalia Dmitrieva, do National Heart, Lung e Blood Institute, parte do National Institutes of Health, Bethesda, EUA.

“As descobertas indicam que precisamos prestar atenção à quantidade de líquido que consumimos todos os dias e tomar medidas se acharmos que bebemos muito pouco”, salienta a investigadora.

As recomendações sobre a ingestão diária de líquidos variam de 1,6 a 2,1 litros para mulheres e de 2 a 3 litros para homens. No entanto, pesquisas em todo o mundo têm mostrado que muitas pessoas não atingem nem mesmo os limites inferiores dessas faixas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin