Especialistas recomendam redução da idade para triagem de diabetes tipo 2 para 35 anos

A Task-Force de Serviços Preventivos dos Estados Unidos, um painel independente de especialistas em cuidados primários e prevenção, anunciou que vai rever as suas recomendações para o rastreamento inicial de diabetes tipo 2 e pré-diabetes para adultos com sobrepeso ou obesidade.

A recomendação revista sugere que pessoas entre 35 e 70 anos com sobrepeso ou obesidade devem ser rastreadas. Isso foi alterado da faixa etária recomendada anteriormente que era para pessoas de 40 a 70 anos.

Recorde-se que a obesidade é o principal fator de risco para diabetes tipo 2. A organização sugere também que os pacientes com pré-diabetes devem ser encaminhados para intervenções destinadas a prevenir o desenvolvimento de diabetes tipo 2.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Noruega abre duas novas áreas offshore para captura e armazenamento de carbono

Noruega abre duas novas áreas offshore para captura e armazenamento de carbono

O governo norueguês lançou duas novas áreas para injeção e armazenamento de dióxido de carbono na plataforma continental norueguesa. O…
Angola: Partidos passam a assumir despesas da fiscalização do registo eleitoral

Angola: Partidos passam a assumir despesas da fiscalização do registo eleitoral

O diretor nacional para o Registo Eleitoral Oficioso, Fernando Paixão, informou que os partidos políticos terão de assumir as despesas…
Reduzir o açúcar em alimentos embalados pode prevenir doenças em milhões de pessoas

Reduzir o açúcar em alimentos embalados pode prevenir doenças em milhões de pessoas

Cortar 20% do açúcar dos alimentos embalados e 40% das bebidas poderia prevenir 2,48 milhões de eventos de doenças cardiovasculares…
Cabo Verde: Governo preocupado com taxa de vacinação em Santiago Norte

Cabo Verde: Governo preocupado com taxa de vacinação em Santiago Norte

O Governo cabo-verdiano voltou a partilhar a sua preocupação em relação à “baixa taxa de vacinação” contra a Covid-19 no…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin