Perda de dentes associada ao aumento de demência

A perda dentária é um fator de risco para o comprometimento cognitivo e demência – e com cada dente perdido, o risco de declínio cognitivo aumenta, de acordo com um novo estudo.

Cerca de um em cada seis adultos com 65 anos ou mais perderam todos os dentes, de acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças. Estudos anteriores mostram uma conexão entre a perda dentária e a função cognitiva diminuída, com investigadores a oferecer uma série de explicações possíveis para essa ligação.

Por um lado, a falta de dentes pode levar à dificuldade de mastigar, o que pode contribuir para deficiências nutricionais ou promover mudanças no cérebro. Um crescente corpo de pesquisas também aponta para uma conexão entre doenças gengivais – uma das principais causas de perda de dentes – e declínio cognitivo. Além disso, a perda dentária pode refletir desvantagens socioeconómicas ao longo da vida, que também são fatores de risco para declínio cognitivo.

“Dado o número impressionante de pessoas diagnosticadas com doença de Alzheimer e demência a cada ano, e a oportunidade de melhorar a saúde oral ao longo da vida, é importante obter uma compreensão mais profunda da conexão entre saúde oral precária e declínio cognitivo”, disse Bei Wu, da Faculdade de Enfermagem Rory Meyers da NYU e autor do estudo.

No estudo os investigadores descobriram que adultos com mais perda dentária tinham um risco 1,48 vezes maior de desenvolver comprometimento cognitivo e 1,28 vezes maior de serem diagnosticados com demência, mesmo após o controlo de outros fatores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Revista de Imprensa Lusófona de 15 de setembro de 2021

Revista de Imprensa Lusófona de 15 de setembro de 2021

Em Portugal o “Público” destaca o título “Autárquicas 2021: Mais de 80% dos presidentes de câmara recandidatam-se, metade entra no…
Noruega abre duas novas áreas offshore para captura e armazenamento de carbono

Noruega abre duas novas áreas offshore para captura e armazenamento de carbono

O governo norueguês lançou duas novas áreas para injeção e armazenamento de dióxido de carbono na plataforma continental norueguesa. O…
Angola: Partidos passam a assumir despesas da fiscalização do registo eleitoral

Angola: Partidos passam a assumir despesas da fiscalização do registo eleitoral

O diretor nacional para o Registo Eleitoral Oficioso, Fernando Paixão, informou que os partidos políticos terão de assumir as despesas…
Reduzir o açúcar em alimentos embalados pode prevenir doenças em milhões de pessoas

Reduzir o açúcar em alimentos embalados pode prevenir doenças em milhões de pessoas

Cortar 20% do açúcar dos alimentos embalados e 40% das bebidas poderia prevenir 2,48 milhões de eventos de doenças cardiovasculares…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin