Tratamento experimental para a depressão demonstrou ter 80% de eficácia em estudo controlado

Um novo tipo de estimulação magnética do cérebro levou à remissão da depressão grave em 80% dos participantes de um estudo, conduzido na Escola de Medicina da Universidade de Stanford.

O tratamento, conhecido como terapia de neuromodulação inteligente acelerada de Stanford (SAINT) ou simplesmente terapia de neuromodulação de Stanford, é uma forma intensiva e individualizada de estimulação magnética transcraniana. No estudo, a remissão ocorreu normalmente em alguns dias e durou meses. Os únicos efeitos colaterais foram fadiga temporária e dores de cabeça.

“Funciona bem, funciona rapidamente e não é invasivo”, disse Nolan Williams, professor assistente de psiquiatria e ciências comportamentais. “Pode ser uma virada de jogo” refere Williams que é o autor do estudo, publicado no American Journal of Psychiatry.

Das vinte e nove pessoas com depressão grave que participaram do estudo: cerca da metade recebeu SAINT e o restante foi submetido a um procedimento de placebo que imitou o tratamento real. Após cinco dias de tratamento, 78,6% dos participantes do grupo de tratamento não estavam mais deprimidos, de acordo com vários métodos padrão de avaliação. “É um efeito bastante dramático e bastante sustentado”, disse Alan Schatzberg, que foi co-autor do estudo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin