Brasil: Cruzeiros marítimos suspensos por causa de infeções por covid-19 nas embarcações

A Associação Brasileira de Navios de Cruzeiros (Clia Brasil) anunciou nesta segunda feira (3/1) a suspensão voluntária das operações de transatlânticos de turismo nos portos brasileiros até 21 de janeiro de 2022.

O objetivo da pausa é, segundo a companhia, buscar alinhamento com as autoridades do governo federal, incluindo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), sobre protocolos sanitários para mitigar os riscos de contágio por Covid-19 nas embarcações.

O ministro do Turismo, Gilson Machado, defendeu que o Brasil recebesse cruzeiros o ano inteiro. O político disse: “Eu quero, inclusive, fazer um desafio para os operadores de cruzeiros marítimos para que acabe com esse negócio de temporada. O Brasil não precisa de temporada, o Brasil tem que cruzeiros 365 dias por ano”.

Recentemente, a Anvisa recomendou a suspensão das atividades em razão do crescimento vertiginoso de casos de doenças nos navios. A explosão de infecções provocou a interrupção da operação de algumas embarcações.

“Nas últimas semanas, as duas companhias de cruzeiros afetadas experimentaram uma série de situações que impactaram diretamente as operações nos navios, tornando a continuidade dos cruzeiros neste momento impraticável”, defende a entidade.

“Além disso, a incerteza operacional causou inconvenientes significativos para os hóspedes que contavam com suas férias no mar com rígidos protocolos de segurança”, completou.

Ainda conforme a Cruise Lines International Association, os cruzeiros atuais vão finalizar os seus itinerários conforme planeado.

Carlos Vasconcelos – Correspondente 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Os trabalhadores timorenses na Coreia do Sul já enviaram para Timor-Leste, de 2009 a 2021, cerca de 39 milhões de dólares…
Cabo Verde: Plano Nacional de Habitação investe 1.500 ME até 2030

Cabo Verde: Plano Nacional de Habitação investe 1.500 ME até 2030

O Plano Nacional de Habitação de Cabo Verde estima um investimento de 1.500 milhões de euros até 2030. De acordo com a estimativa do referido…
Angola tem autossuficiência em seis produtos alimentares

Angola tem autossuficiência em seis produtos alimentares

O Governo angolano divulgou que o ananás, a banana, a batata-doce, a carne de cabrito, a mandioca e os ovos são os produtos que alcançaram a autossuficiência no país.  Isto…
Moçambique: Época chuvosa condiciona estradas e pontes na zona sul e centro do país

Moçambique: Época chuvosa condiciona estradas e pontes na zona sul e centro do país

A Administração Nacional de Estradas, ANE, IP. lançou dia 12 de janeiro alerta de que distrito de Phafuri, na Provincia…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin