Especial COVID-19 | Mundo | Tecnologia

Covid-19: hackers russos e norte-coreanos tentam roubar vacinas

informática; ataque; hacker; tecnologia

Nos últimos meses foram detetados ataques cibernéticos cometidos por hackers, alegadamente apoiados pelos governos da Rússia e da Coreia do Norte, contra farmacêuticas e investigadores que estão a desenvolver tratamentos e vacinas para a covid-19. A denúncia foi feita, em comunicado, pela Microsoft na passada sexta-feira, 13 de novembro.

Segundo a multinacional, os principais alvos forma empresas do Canadá, EUA, Coreia do Sul, Índia e França, a maioria delas serão possíveis fabricantes de uma vacina contra o vírus SARS-Cov2 que causa a Covid-19.

A Microsoft não revela o nome das empresas afetadas mas refere que algumas delas já estão em fase de testes clínicos avançados para o desenvolvimento de uma vacina.

“Achamos que estes ataques são inescrupulosos e devem ser condenados por toda a sociedade civilizada”, salienta o vice-presidente da Microsoft Tom Burt.

Burt refere ainda que a maioria dos ataques detetados foram mal sucedidos, mas não revelou quantos obtiveram êxito nem a gravidade das violações.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo