Especial COVID-19

Covid-19: Pfizer e BioNTech atualizam eficácia da vacina para 95%

A  farmacêutica dos Estados Unidos, Pfizer, e o seu parceiro de biotecnologia alemão, BioNTech, anunciaram que a vacina desenvolvida para a Covid-19 tem uma eficácia de 95%, com base na análise final de um estudo de 43.000 pessoas.

Na semana passada, as empresas anunciaram que tinham desenvolvido uma vacina com eficácia superior a 90%, agora com dados mais específicos e após terminarem os ensaios vêm atualizar os resultados.

Ao todo, o ensaio teve 162 casos confirmados de COVID-19 sintomático no grupo do placebo contra oito entre aqueles que receberam as duas doses programadas da vacina. A eficácia, que foi medida 7 dias após a segunda dose da vacina, foi a mesma em diferentes raças e etnias, dizem as empresas.

Nove das 10 pessoas que tiveram casos graves de COVID-19 durante o ensaio receberam o placebo, o que indica que, mesmo que a vacina falhe em prevenir doenças sintomáticas, ainda oferece proteção contra danos graves. Nenhum efeito colateral sério foi relatado.

Os resultados são quase idênticos aos dados preliminares  relatados pela Moderna  a 16 de novembro, no entanto, os ensaios desta empresa ainda não terminaram.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo