EUA: Vacina da covid-19 autorizada para crianças dos 5 aos 11 anos

Quase um ano depois das primeiras vacinas contra a covid-19 serem disponibilizadas aos adultos nos EUA, chegou o momento que milhões de americanos esperavam: a Food and Drug Administration (FDA) dos EUA autorizou a vacina de mRNA da Pfizer-BioNTech para crianças dos 5 aos 11 anos.

Um comité consultivo do FDA votou quase unanimemente na última terça-feira para recomendar a autorização da vacina para crianças mais pequenas, o que o FDA fez sexta feira, 29 de outubro.

Ainda durante esta semana, um grupo consultivo do Centro de Controle e Prevenção de Doenças irá reunir para rever os dados e provavelmente recomendará a vacina para todas as crianças dentro da faixa etária autorizada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin