Ciência | Especial COVID-19 | Tecnologia

O plasma frio pode matar o coronavírus em superfícies comuns em segundos

Os engenheiros e cientistas da UCLA demonstraram que os tratamentos com plasma atmosférico frio próximo à temperatura ambiente podem matar o coronavírus presente numa grande variedade de superfícies em apenas 30 segundos. O estudo que detalha a invetsigação foi publicado este mês na revista Physics of Fluids.

Esta é a primeira investigação que demonstra pela primeira vez que o plasma frio pode desinfetar de forma eficaz e rápida superfícies contaminadas com o vírus SARS-CoV-2, que causa o COVID-19.

Este plasma, que não deve ser confundido com o plasma sanguíneo, é um gás eletricamente carregado conhecido como o quarto estado da matéria (sendo os outros, sólido, líquido e gasoso).

“Este é um resultado realmente emocionante, que mostra o potencial do plasma atmosférico frio como uma forma segura e eficaz de combater a transmissão do vírus, matando-o numa ampla gama de superfícies”, disse o líder do estudo Richard Wirz, professor de engenharia mecânica e aeroespacial na Escola de Engenharia da UCLA Samueli.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo