Especial COVID-19

OMS alerta para potencial aumento de infecções de Covid-19 na África em dezembro

OMS

A Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou na quinta-feira para um possível aumento nas infeções por Covid-19 na África durante a temporada de férias em dezembro.

A Diretora Regional para a África da OMS, Matshidiso Moeti, destacou a tradição das famílias que viajam para as suas casas rurais para reuniões familiares para celebrar a época festiva como uma via provável para um aumento na transmissão da doença.

“Estamos a aproximarmo-nos da época do ano em que as pessoas viajam para passar as férias juntas. Esses encontros de final de ano são uma parte fundamental das nossas vidas nos países africanos, mas certamente podem aumentar o risco de transmissão do Covid-19”, apontou Moeti.

“Os surtos espalham-se socialmente e podemos pará-los com interações sociais seguras. Peço a todos que estejam cientes dos seus riscos individuais e do risco dos seus entes queridos, amigos e vizinhos”, acrescentou.

Receios de uma segunda onda da pandemia

O alerta da OMS alerta surge depois de um aviso do CDC da África de que o continente estava a registar cerca de 10.000 casos por dia, levantando receios de uma potencial segunda onda da pandemia, como está a ocorrer em algumas partes do mundo, como a Europa.

Vários governos africanos estão a retomar a atividade económica, fronteiras e escolas, e a aliviar as restrições ao movimento e reuniões. No entanto, tem havido relatos de cidadãos em países que violam os protocolos de saúde existentes levando a um aumento nos casos.

As autoridades e funcionários da saúde pediram às pessoas que não desrespeitassem os regulamentos em vigor para evitar um episódio semelhante, como os que acontecem na Europa ou nos Estados Unidos.

Como forma de encorajar a juventude do continente a aderir aos protocolos de saúde, Moeti anunciou que a OMS lançou uma campanha chamada “Mask Up, Not Down”, que pretende alcançar mais de 40 milhões de jovens africanos nas redes sociais até ao final do ano.

Moeti acrescentou que a agência de saúde global está atualmente a trabalhar com países africanos para lançar as vacinas candidatas cujos dados iniciais indicam altos níveis de eficácia.

Os últimos números do CDC da África revelaram que um total de 2.013.388 casos foram relatados em todo o continente com o número de mortes relacionadas à pandemia em 48.408 na manhã de quinta-feira.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo