OMS lança processo de avaliação de gestão da pandemia de coronavírus

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou a criação de um painel independente de especialistas para avaliar a sua gestão da pandemia de coronavírus.

Tenho orgulho de anunciar que a ex-primeira-ministra Helen Clark (Nova Zelândia) e a ex-presidente Ellen Johnson Sirleaf (Libéria) concordaram em co-presidir a comissão de avaliação, que chamamos de painel independente para a preparação e a resposta às pandemias “, anunciou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, aos diplomatas dos estados membros.

Não consigo imaginar duas personalidades mais independentes para fazer essa avaliação honesta e nos ajudar a entender o que aconteceu e o que devemos fazer para evitar essas tragédias no futuro“, disse Tedros.

Desde o início da crise sanitária, no final de 2019, a OMS tem sido fortemente criticada pela sua resposta, atrasando notavelmente a recomendação do uso da máscara. Acima de tudo, foi acusada pelos Estados Unidos de ter sido extremamente complacente com a China, onde o coronavirus apareceu, e de ter adiado a declaração de uma emergência de saúde global.

Os Estados Unidos, um dos principais contribuintes para o orçamento da OMS, anunciaram oficialmente na terça-feira a sua retirada da organização.

As divisões entre nós dão vantagem ao vírus” e “não podemos superar a pandemia se estivermos divididos”, disse Tedros, numa resposta velada aos Estados Unidos. “A maior ameaça que enfrentamos hoje não é o próprio vírus, mas a falta de liderança e solidariedade a nível global e a nível mundial“, acrescentou.

Os Estados Unidos, que atingiram 3 milhões de casos de coronavírus nesta semana, são o país mais afetado pela pandemia, com mais de 130.000 mortos, mas o presidente Donald Trump continua a garantir que o seu país está “em boa posição” e a rejeitar os alertas lançados pelos cientistas.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Angola: Vice-Presidente recebe líder da OEACP–UE

Angola: Vice-Presidente recebe líder da OEACP–UE

A Vice-Presidente da República de Angola, Esperança da Costa, recebeu em audiência a líder da Assembleia Parlamentar da Organização dos…
Guiné-Bissau: Nuno Nabiam demite-se e qualifica Sissoco de “senhor absoluto”

Guiné-Bissau: Nuno Nabiam demite-se e qualifica Sissoco de “senhor absoluto”

O antigo Primeiro-ministro e conselheiro especial do Presidente da República, Nuno Gomes Nabiam demitiu-se das funções alegando a “falta de…
Guiné-Bissau: Venda ilícita de passaportes movimentou em dois anos 1.8 biliões de Fcfa

Guiné-Bissau: Venda ilícita de passaportes movimentou em dois anos 1.8 biliões de Fcfa

O Ministério do Interior da Guiné-Bissau informou esta segunda-feira, 19 de Setembro, ter detido 41 indivíduos de nacionalidade camaronesa, assim…
Angola: UE vai financiar novos projetos avaliados em 90 milhões de euros

Angola: UE vai financiar novos projetos avaliados em 90 milhões de euros

A União Europeia (UE) vai financiar, com 90 milhões de euros, quatro novos projetos, em Angola. O montante vai ser…