Oxford avisa que há “uma pequena hipótese” da vacina estar pronta perto do Natal

A Universidade de Oxford em conjunto com a farmacêutica AstraZeneca podem apresentar resultados de ensaios em fase avançada antes do final do ano, disse esta quarta-feira o diretor do grupo de vacinas de Oxford.

“Estou otimista que possamos chegar a esse ponto antes do final deste ano”, disseo investigador-chefe do ensaio, Andrew Pollard, ao apresentar os resultados. À pergunta se esperava que a vacina começasse a ser aplicada antes do Natal, disse: “Há uma pequena hipótese de isso ser possível, mas não sei”.

De acordo com o investigador os dados ainda têm de ser revistos pelos reguladores e depois tem de ser tomada uma decisão política sobre quem deverá receber a vacina em primeiro lugar.

“Os nossos ensaios são apenas um dos muitos que estão a decorrer em todo o mundo, alguns dos quais podem relatar os seus resultados antes do final do ano e, por isso, estes passos terão de estar a acontecer para múltiplos produtos diferentes”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia e Rússia adiam negociações para esta quinta-feira

Ucrânia e Rússia adiam negociações para esta quinta-feira

As negociações entre a Ucrânia e a Rússia foram adiadas para esta quinta-feira, 03 de março.  A delegação ucraniana está…
Portugal agradece à Roménia apoio no repatriamento de portugueses e ucranianos

Portugal agradece à Roménia apoio no repatriamento de portugueses e ucranianos

O primeiro-ministro português, António Costa, manifestou publicamente ao Presidente da Roménia, Klaus Iohannis, a sua gratidão pelo apoio prestado na…
Guiné-Bissau: PGR quer vigilância acrescida a pessoas com enriquecimento anormal

Guiné-Bissau: PGR quer vigilância acrescida a pessoas com enriquecimento anormal

O Procurador-geral da República (PGR) pediu aos magistrados para estarem atentos às pessoas que procuram vias fáceis para enriquecer, às…
Moçambique: Oposição critica "silêncio" do Governo sobre invasão à Ucrânia

Moçambique: Oposição critica "silêncio" do Governo sobre invasão à Ucrânia

A Renamo e o MDM, partidos moçambicanos da oposição, condenam a invasão da Rússia à Ucrânia. Ambos criticam o “silêncio”…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin