Pandemia diminuiu a taxa de natalidade nos EUA e na Europa

Ao longo da história, as pandemias têm sido um fator-chave na mudança da população humana, graças à mortalidade e ao declínio das taxas de fertilidade. E, de acordo com um novo estudo, a pandemia da covid-19 não é exceção.

Os nascimentos diminuíram 7,1% nos Estados Unidos, de acordo com o estudo “Avaliação precoce da relação entre a pandemia de COVID-19 e nascimentos em países de alto rendimento”, publicado a 7 de setembro no “Proceedings of the National Academy of Sciences”.

Na sua pesquisa, Seth Sanders, e a restante equipa da ILR Schoolseus, relataram a relação entre a pandemia covid-19 e nascimentos em 22 países de alto rendimento. Encontraram quedas particularmente fortes no sul da Europa: Itália (-9,1%), Espanha (-8,4%) e Portugal (-6,6%), enquanto Dinamarca, Finlândia, Alemanha e Holanda não registraram queda alguma.

Sobre os resultados, os autores escreveram: “Quando comparada à grande queda no sul da Europa, a estabilidade relativa das [taxas brutas de natalidade] no norte da Europa aponta para o papel das políticas de apoio às famílias e ao emprego na redução de qualquer impacto sobre os nascimentos.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Mercados voláteis de energia vieram para ficar, alerta Agência Internacional de Energia

Mercados voláteis de energia vieram para ficar, alerta Agência Internacional de Energia

Os preços da energia em todo o mundo atingiram níveis recordes com uma crise de energia que atinge a Europa…
Cabo Verde: Neves liga Veiga a "movimentos extremistas"

Cabo Verde: Neves liga Veiga a "movimentos extremistas"

O candidato presidencial José Maria Neves voltou a afirmar que o rival Carlos Veiga tem ligação a “movimentos extremistas”. Como tal, considera…
Programa "Detetives das Emoções" ajuda a combater a ansiedade e depressão em crianças

Programa "Detetives das Emoções" ajuda a combater a ansiedade e depressão em crianças

Um estudo piloto realizado por uma equipa da Universidade de Coimbra (UC), indica que o programa de intervenção psicológica vulgarmente…
Estudantes de jornalismo com motivações altas e expectativas baixas sobre o seu futuro profissional

Estudantes de jornalismo com motivações altas e expectativas baixas sobre o seu futuro profissional

Uma grande percentagem dos alunos que frequentam os cursos de jornalismo e comunicação em Portugal não acredita na possibilidade de…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin