Portugal regista mais 572 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas

O boletim epidemiológico, divulgado pela Direção Geral da Saúde esta quinta feira, refere que o número de casos confirmados de covid-19 em Portugal aumentou para 847 006 contabilizando-se mais 572 infetados desde ontem. O número de óbitos pelo novo coronavirus mantém-se em 17 022, não se registando nenhuma morte nas últimas 24 horas.

O relatório indica que já recuperaram da doença 807 532 pessoas em Portugal, 467 das quais foram dadas como recuperadas durante o dia de ontem. No total há 22 452 casos ativos em Portugal, mais 105 do que ontem. Estão internados 233 doentes, o mesmo número registado na quarta feira. Em unidades de cuidados intensivos estão 53 internados.

 

fonte: DGS

 

A região Norte concentra a maioria dos casos de Covid-19 em Portugal com 339 803 (+159 do que ontem) casos confirmados, seguida pela região de Lisboa e Vale do Tejo, 320 165 (+264), e a região Centro com 119 700 (+64). No Alentejo há registo de 30 138 (+22) e no Algarve 22 201 (+11) casos. Os arquipélagos são as regiões com menos casos, na Madeira há registo de 9 674 (+14) infetados e nos Açores registam-se 5 325 (+38).

O relatório da DGS, com dados atualizados até às 24h00 de ontem, indica ainda que a região de Lisboa e Vale do Tejo é a que regista o maior número de mortes com 7 211 óbitos (o mesmo número do que ontem), seguida do Norte 5 354 (=), Centro 3 021 (=) e Alentejo 971 (=). No Algarve já se registaram 363 (=) mortes, na Madeira 69 (=) e nos Açores 33 (=).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

A maioria dos angolanos que viviam em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, decidiu abandonar o local no sábado, 26…
Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) partilhou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que já são mais…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin