Especial COVID-19 | Europa

Reino Unido é o primeiro país do mundo a aprovar a vacina contra o coronavírus da Pfizer/BioNTech

O Reino Unido tornou-se o primeiro país do mundo a aprovar a vacina contra o coronavírus da Pfizer/BioNTech na quarta-feira, abrindo caminho para a vacinação em massa.

A Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde (MHRA) do Reino Unido considera que a vacina – que oferece proteção de 95% contra covid-19 – é segura.

De acordo com um comunicado da agência, “pode-se utilizar uma revisão contínua para completar a avaliação de um medicamento ou vacina durante uma emergência de saúde pública no menor tempo possível”.

Trata-se da vacina que mais rapidamente será aplicada. Foi desenvolvida apenas em 10 meses, seguindo as mesmas etapas que normalmente levam 10 anos.

A vacina – que está a ser produzida na Bélgica – é administrada em duas doses, com 21 dias de intervalo entre a primeira e a segunda (reforço).

As primeiras 800.000 doses estarão disponíveis naquele país a partir da próxima semana, informou o ministro da Saúde britânico, Matt Hancock, e a prioridade será dada aos idosos em lares e profissionais de saúde.

O governo britânico revelou ainda a compra de um total de 40 milhões de doses com as quais poderá vacinar cerca de 20 milhões de pessoas.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo