Especial COVID-19 | Europa

Reino Unido inicia programa de vacinação em massa para o Covid-19

A Grã-Bretanha iniciou na terça-feira o maior programa de vacinação da história do país, com uma mulher de 90 anos a tornar-se a primeira pessoa a receber a vacina Covid-19 produzida pela Pfizer-BioNTech.

“Sinto-me muito privilegiada por ser a primeira pessoa vacinada contra o Covid-19”, disse Margaret Keenan, que fará 91 anos na próxima semana e recebeu a vacina num hospital em Coventry.

“É o melhor presente de aniversário antecipado que eu poderia desejar, porque significa que posso finalmente esperar passar um tempo com a minha família e amigos no Ano Novo, depois de ter estado sozinha a maior parte do ano.”

Pessoas com mais de 80 anos, trabalhadores domiciliares e equipas de saúde e assistência social em situação de risco foram os primeiros a receber a vacina no que foi chamado de “Dia V”. Dentro de 21 dias tomarão a segunda dose.

Na semana passada, a Grã-Bretanha tornou-se o primeiro país a aprovar a vacina Pfizer-BioNTech, aumentando as esperanças no fim da pandemia, que matou mais de 1,5 milhão de pessoas em todo o mundo.

A Grã-Bretanha tem sido um dos países mais afetados do mundo, com mais de 61.000 mortes em 1,6 milhões de casos.

O Reino Unido encomendou 40 milhões de doses – o suficiente para vacinar 20 milhões de pessoas – com 800.000 no primeiro lote. Até quatro milhões de doses são esperadas até o final de dezembro.

A campanha de vacinação em massa é uma resposta coordenada por todas as quatro nações do Reino Unido – Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte – que normalmente estabelecem as suas próprias políticas de saúde.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo