Covid-19: São Tomé e Príncipe regressa ao Estado de Calamidade.

O aumento dos casos positivos de Covid-19 em São Tomé e Príncipe, fez com que o país regresse ao Estado de Calamidade, a partir de segunda-feira próxima, colocando assim o fim  ao estado de Alerta, anunciou o Primeiro Ministro Jorge Bom Jesus, depois da reunião do comité da crise.

O anúncio foi feito na companhia do Ministro da Saúde, Edgar Neves, depois da reunião alargada do Comité de Crise, face à pandemia do vírus e tendo em conta os últimos registos de aumento de casos no arquipélago e no Mundo, sobretudo, na Europa e países da sub-região africana.

Falando à imprensa, o Primeiro Ministro Bom Jesus referiu que “ vamos passar do Estado de Alerta para Calamidade no sentido de adotarmos medidas preventivas, sobretudo, porque, o próximo mês é a quadra festiva do Natal e Ano Novo, nós queremos que a situação estava controlada”

O Chefe do Governo afirmou que “perante relaxamento das nossas populações e a evolução do quadro da pandemia, o Comité de crise propõe que a partir de segunda-feira, aumentar de nível, passar do Estado de Alerta para Calamidade, vamos adotar uma serie de medidas que sistematizaremos depois num comunicado que será lido segunda-feira”.

Na sua intervenção o ministro da Saúde, Edgar Neves disse que “ com aumento de número de casos registados na última semana, o Comité de Crise Nacional não tinha outro caminho senão tudo fazer para reduzir ao máximo grau de relaxamento das medidas de prevenção já adoptadas pelo governo ou seja o distanciamento, higienização das mãos e uso correto da máscara.”

“Se não cumprirmos agora teremos um amanhã mais complicado, face ao aumento de casos no Mundo” – sustentou, Edgar Neves.

Em São Tomé e Príncipe, a pandemia de COVID-19 já provocou a morte a dezasseis pessoas, tendo já infectado num total 960 pessoas, tendo já sido feitas 910 recuperações, de acordo com os últimos dados do ministério da Saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

De regresso a Portugal, ex-imigrante lança livro sobre a experiência dos filhos na Suíça

De regresso a Portugal, ex-imigrante lança livro sobre a experiência dos filhos na Suíça

Mariana Sul Mendes é portuguesa, natural de Lisboa, licenciada em Relações Internacionais e viveu os últimos 12 anos na Suíça.…
Recém-nascidos devem ser estimulados a segurar e alcançar objetos, diz estudo

Recém-nascidos devem ser estimulados a segurar e alcançar objetos, diz estudo

Recém-nascidos e bebés devem ser estimulados a manipular objetos e observar os adultos a realizarem tarefas quotidianas. Este incentivo ajuda…
Brasil: Nova transportadora aérea brasileira é “promessa” de ajuda para aquecer o turismo no Rio de Janeiro

Brasil: Nova transportadora aérea brasileira é “promessa” de ajuda para aquecer o turismo no Rio de Janeiro

O governador do estado do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, acompanhou no último dia 1 de julho, no Aeroporto Internacional…
Angola: Militantes do MPLA pedem melhores condições sociais

Angola: Militantes do MPLA pedem melhores condições sociais

Os militantes do MPLA dos distritos urbanos do Palanca e Golfe 1, no município do Kilamba-Kiaxi, localizado na província de Luanda, apelaram…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin