Especial COVID-19 | Tecnologia

Tecnologia de reconhecimento facial com utilização de máscara tem precisão de 96%

Um teste do Departamento de Segurança Interna (DHS) e da Direção de Tecnologia (S&T) dos EUA mostra resultados promissores das tecnologias de reconhecimento facial para identificar com precisão indivíduos a utilizar máscaras de proteção.

Os testes foram realizados durante o outono no Maryland Test Facility, e os resultados mostram que se pode reduzir a necessidade de pessoas removerem máscaras em aeroportos ou portos de entrada de passageiros.

O evento presencial incluiu 10 dias de testes em humanos com 60 configurações de reconhecimento facial e 582 voluntários de 60 países. Os sistemas de reconhecimento facial foram avaliados com base na capacidade de obter imagens confiáveis ​​de cada voluntário com e sem máscaras, no tempo de processamento do voluntário e na satisfação geral do voluntário.

Os primeiros resultados, divulgados na semana passada no site Biometric Rally , indicam:
– Sem máscaras, o desempenho mediano do sistema demonstrou uma taxa de identificação de 93%, com o sistema de melhor desempenho houve uma identificação correta de 100%;
– Com as máscaras, o desempenho mediano do sistema demonstrou uma taxa de identificação de 77%, com o sistema de melhor desempenho houve uma identificação correta de 96%.

Com base nos resultados, os investigadores afirmam que as organizações que precisam de realizar verificações de identidade com foto podem permitir que os indivíduos mantenham as máscaras, reduzindo o risco de infecção por COVID-19.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo