UNICEF planeia uma “operação gigantesca” para entregar vacinas Covid-19

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) está a trabalhar com mais de 350 parceiros logísticos, incluindo grandes companhias aéreas, companhias marítimas e associações de logística de todo o mundo, para entregar vacinas Covid-19 a mais de 92 países, assim que as doses estiverem disponíveis.

Etleva Kadilli, Diretora da Divisão de Abastecimento da UNICEF, destacou esta segunda-feira a importância da parceria para garantir capacidade para o empreendimento massivo.

“Como o trabalho para desenvolver vacinas Covid-19 continua, a UNICEF está a intensificar esforços com companhias aéreas, operadoras de entrega, companhias marítimas e outras associações de logística para entregar vacinas que salvam vidas o mais rápido e seguro possível”, disse Kadilli.

“Esta colaboração inestimável irá percorrer um longo caminho para garantir que haja capacidade de transporte suficiente para esta operação histórica e gigantesca. Precisamos de ação enquanto nos preparamos para entregar as doses da vacina Covid-19, seringas e mais equipamentos de proteção individual para proteger os trabalhadores da linha de frente em todo o mundo”, acrescentou a responsável.

Para dar início aos preparativos, a UNICEF, juntamente com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e a Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), informou as principais companhias aéreas globais na semana passada sobre os requisitos de capacidade esperados e discutiu maneiras de transportar cerca de 2 mil milhões de doses de vacina Covid -19 no próximo ano. A isso soma-se um milhar de milhão de seringas que precisam ser transportadas por frete marítimo.

A maior operação do género já realizada

Nas próximas semanas, a UNICEF também vai estar a avaliar a capacidade de transporte existente para identificar lacunas e necessidades futuras.

“Prevê-se que a aquisição, entrega e distribuição de vacinas Covid-19 seja a maior e mais rápida operação já realizada”, acrescentou.

A UNICEF está a liderar esforços para adquirir e entregar vacinas de fabricantes que têm acordos com a COVAX Facility. Em colaboração com a OPAS, a UNICEF coordenará a compra e entrega para 92 economias de rendimento baixo e médio baixo com a maior rapidez e segurança possível.

Os esforços baseiam-se nos esforços de longa data da UNICEF com a indústria de logística para transportar suprimentos em todo o mundo, apesar das restrições relacionadas à pandemia. Desde janeiro, já entregou mais de 190 milhões de dólares em suprimentos Covid-19, como máscaras, aventais, concentradores de oxigénio e kits de teste de diagnóstico para apoiar os países na resposta à pandemia.

Como o maior comprador individual de vacinas do mundo, a UNICEF normalmente adquire mais de 2 mil milhões de doses de vacinas anualmente para imunização de rotina e resposta a surtos para quase 100 países.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Teatro da Trindade estreia "Nuvem"

Teatro da Trindade estreia "Nuvem"

O espetáculo “Nuvem”, de Carlos Manuel Rodrigues, vencedor da 4ª Edição do Prémio Miguel Rovisco – Novos Textos Teatrais, estreia…
Cabo Verde: Edil da Câmara da Praia quer Polícia Municipal em 2023

Cabo Verde: Edil da Câmara da Praia quer Polícia Municipal em 2023

O presidente da Câmara Municipal da Praia (CMP), Francisco Carvalho, disse estar “expectante” com a implementação da Polícia Municipal em…
STP: 4 detidos morrem no quartel militar

STP: 4 detidos morrem no quartel militar

Quatro cidadão são-tomense que se encontravam detidos no quartel militar, depois da tentativa de invasão falhada, morreram na passada sexta-feira,…
Angola recebeu auxílio de USD 246 mil do Japão para desminagem

Angola recebeu auxílio de USD 246 mil do Japão para desminagem

O Governo japonês investiu mais de 246.900 dólares em ações de desminagem na província do Cuanza Sul, segundo o Embaixador do…