ONU elogia nova terapia para prevenir o HIV em mulheres

A nova terapia anti-retroviral cabotegravir pode ser uma “viragem” no combate ao HIV, segundo um estudo que mostra que é muitas vezes mais eficaz na prevenção do HIV em mulheres do que a PrEP, indicou o UNAIDS.

Injetado em mulheres a cada dois meses, o cabotegravir é 89% mais eficaz na prevenção do HIV do que os comprimidos diários de PrEP, profilaxia pré-exposição, disse o órgão da UNAIDS.

“A UNAIDS há muito pede opções adicionais, aceitáveis ​​e eficazes de prevenção do HIV para as mulheres, e isto pode ser uma verdadeira viragem”, disse o seu chefe do programa das Nações Unidas para o combate ao HIV, Winnie Byanyima numa declaração.

“Se os doadores e os países investirem na introdução do acesso ao PrEP injetável para mulheres com maior risco de HIV, novas infeções podem ser drasticamente reduzidas.”

O ensaio envolveu mais de 3.200 mulheres entre 18 e 45 anos com maior risco de contrair o HIV, o vírus que causa a SIDA, no Botswana, Quénia, Malawi, África do Sul, Eswatini, Uganda e Zimbabwe, detalhou a UNAIDS.

Segundo a organização, os monitores especialistas interromperam o estudo antes do planeado por existirem “evidências estatísticas claras mostrando que o medicamento injetável é mais eficaz do que um comprimido diário”.

A UNAIDS considerou que os resultados dos testes foram importantes para impulsionar a luta contra a SIDA, oferecendo às mulheres novas maneiras de se protegerem além do uso de comprimidos diários, o uso de preservativos ou a abstinência sexual.

“Como com uma vacina Covid-19, agora devemos trabalhar para garantir que essas injeções que mudam vidas sejam acessíveis e distribuídas de forma equitativa para as pessoas que optarem por usá-las”, disse Byanyima.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

UE sofre mais custos energéticos com sanções à Rússia

UE sofre mais custos energéticos com sanções à Rússia

A Comissão Europeia assumiu nesta quarta-feira, 02 de março, que as sanções da União Europeia (UE) à Rússia vão ter “custos…
EUA querem Rússia fora do Conselho dos Direitos Humanos

EUA querem Rússia fora do Conselho dos Direitos Humanos

Os Estados Unidos da América (EUA) sugerem que a Rússia seja excluída do Conselho dos Direitos Humanos. A proposta foi…
Rússia diz que guerra na Ucrânia não afeta relações com Moçambique

Rússia diz que guerra na Ucrânia não afeta relações com Moçambique

O ministro conselheiro da Rússia em Moçambique, Dimitri Sorokin, garantiu que a guerra na Ucrânia não afeta as relações de…
Descendente de ucranianos, empresário brasileiro lamenta o conflito e diz já sentir impacto nos negócios

Descendente de ucranianos, empresário brasileiro lamenta o conflito e diz já sentir impacto nos negócios

Igor Mazepa Baran tem 57 anos de idade e vive na cidade de Curitiba, no Brasil. É brasileiro com descendência…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin