Primeira vacina do mundo contra malária com autorização para imunização em massa de crianças africanas

Na sequência de um programa piloto de sucesso que envolveu a administração de pelo menos uma dose a mais de 800.000 crianças no Gana, Quênia e Malauí, a Organização Mundial da Saúde (OMS) está a recomendar a imunização generalizada com a vacina RTS-S a crianças a partir dos cinco meses ou que vivem na África Subsaariana.

Atualmente, a malária é a maior causa de doença infantil e morte na África Subsaariana, matando mais de 260.000 menores de cinco anos todos os anos. Para o contexto, isso significa que uma criança morre de malária a cada dois minutos.

A malária é causada pelo parasita Plasmodium, que é transmitido pelas fêmeas do mosquito Anopheles. São commumente conhecidos como mosquitos “picadores da noite”, pois geralmente picam entre o anoitecer e o amanhecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Moçambique: Ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação lança Programa DELPAZ em Manica

Moçambique: Ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação lança Programa DELPAZ em Manica

Foi lançado hoje 14 de outubro, em Manica no distrito de Gomdola, o Programa de Desenvolvimento Económico Local para a…
Timor-Leste e Embaixada de Portugal realizam 6.ª edição de jornadas pedagógicas

Timor-Leste e Embaixada de Portugal realizam 6.ª edição de jornadas pedagógicas

O Centro de Língua Portuguesa da Universidade Nacional Timor-Lorosa’e (UNTL) está a realizar, em parceira com a Embaixada de Portugal em…
STP: Engrácio da Graça é o novo rosto das Finanças

STP: Engrácio da Graça é o novo rosto das Finanças

Engrácio da Graça, antigo diretor dos impostos é nomeado como novo Ministro de Planeamento, Finanças e Economia Azul de São…
Cabo Verde: Veiga quer juntar forças políticas e sociedade civil

Cabo Verde: Veiga quer juntar forças políticas e sociedade civil

O candidato presidencial Carlos Veiga informou que quer unir forças políticas e a sociedade civil na busca de um consenso para a regionalização de Cabo Verde.…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin