Cultura | Vida

Morreu o compositor e maestro francês Pierre Boulez

O compositor e maestro francês Pierre Boulez morreu na terça-feira, aos 90 anos, em Baden-Baden, na Alemanha, onde vivia, revelou na quarta-feira a Philhamornie de Paris.

Pierre Boulez, é considerado um dos maiores nomes da música clássica contemporânea, enquanto maestro, teórico e compositor, pela incorporação de elementos da música electrónica na clássica e pelo desenvolvimento de métodos de composição assentes, muitos deles, em princípios matemáticos.

Teórico, pedagogo, o maestro que dirigia orquestras sem batuta, participou em “produções memoráveis”, como recorda a France Press, como “Ring du centenaire”, no Festival Wagner de Bayreuth (1976-1980), e a versão integral de “Lulu”, de Berg, em Paris em 1979.

Em 1995, com 70 anos, Pierre Boulez fez uma digressão mundial com a Orquestra Sinfónica de Londres, mas em 2015 já não participou nas celebrações internacionais pelo 90º aniversário, por razões de saúde.

Em 2001 foi condecorado em Portugal com a Grã-Cruz da Ordem de Santiago, pelo Presidente da República Jorge Sampaio.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo