Rede CUF chega a Leiria

Novo Hospital nasce em 2025, mas já a partir de 2022, Leiria conta com uma Clínica CUF.  Com um investimento de 50 milhões de euros, o futuro Hospital CUF Leiria vai criar mais de 300 postos de trabalho

A CUF dá hoje mais um passo na expansão e consolidação da sua rede nacional de cuidados de saúde, apresentando, no Teatro Miguel Franco, em Leiria, o novo Hospital CUF, que irá nascer na cidade, e assim alargar a presença da rede CUF a mais um distrito.

Num projeto em parceria com o grupo local Mekkin, o futuro Hospital CUF Leiria irá disponibilizar, a uma área de influência de mais de meio milhão de habitantes da região Centro, uma oferta clínica diferenciada, equipamento e tecnologia de diagnóstico e tratamento de última geração, sendo uma unidade hospitalar capaz de responder, com qualidade e segurança, até aos casos mais complexos.

A nova unidade hospitalar, com um investimento de 50 milhões de euros, terá uma área de mais de 12 mil m2 e irá contar com mais de 30 camas de internamento, incluindo uma Unidade de Cuidados Intermédios, três salas de Bloco Operatório e 34 gabinetes de consulta. Disponibilizará ainda os serviços de Imagiologia, Atendimento Médico Não Programado Adultos e Pediátrico, Hospital de Dia Médico e Oncológico, entre muitos outros, contando com mais de 20 especialidades médicas e cirúrgicas.

Para o Presidente da Comissão Executiva da CUF, Rui Diniz, “o Hospital CUF Leiria é a materialização do projeto de expansão da rede CUF. Queremos continuar a chegar a cada vez mais territórios, a chegar a mais pontos do país, consolidando a nossa rede de cuidados de saúde a nível nacional, para continuar a responder às necessidades da população e do país”. 

“É um projeto que acreditamos que virá contribuir para o desenvolvimento sócio-económico de uma região que, por si só, já é muito dinâmica e dispõe de recursos humanos muito qualificados. Uma região para a qual trazemos os 76 anos de experiência e conhecimento clínico da rede CUF que hoje já conta com 19 unidades de saúde e mais de sete mil colaboradores, de Norte a Sul do país”, acrescenta Rui Diniz.

Com conclusão prevista para 2025, o Hospital CUF Leiria irá criar mais de 300 postos de trabalho, diretos e indiretos, e ficará localizado na Urbanização da Quinta da Malta, local onde já a partir de 2022 irá nascer uma Clínica CUF, para responder às necessidades da população com uma vasta oferta de consultas e exames.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin