Reunião informal de Ministros da Investigação, Inovação e Ensino Superior europeus

O futuro e o reforço do Espaço Europeu de Ensino Superior e do Espaço Europeu da Investigação é o enfoque da reunião informal de Ministros da Investigação, Inovação e Ensino Superior europeus na próxima segunda e terça-feira, dias 24 e 25 de janeiro, na Cité des sciences et de l’industrie, em Paris, que inclui o debate ministerial “Strengthening transnational cooperation between universities for the future of Europe”, e que conta com a participação do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor. 


No âmbito da Presidência Francesa do Conselho da União Europeia, os Ministros responsáveis pelas áreas do ensino superior, da investigação e da inovação reúnem-se ao longo de dois dias num momento particularmente relevante para este setores, após a Comissão Europeia ter lançado esta semana um conjunto de iniciativas integradas no denominado “Pacote para o Ensino Superior” que inclui a Estratégia Europeia para as Universidades e uma recomendação para reforçar a cooperação entre as Universidades Europeias, um debate iniciado durante a Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia. 


A reunião inclui o lançamento do Universities for the Future of Europe Forum (#FUF2022) que pretende reforçar a importância das instituições de ensino superior no desenvolvimento de uma Europa mais sustentável, digital e inclusiva e impulsionar o papel das Universidades Europeias no desenvolvimento regional e na promoção de ecossistemas de inovação regional, e será neste âmbito apresentada a primeira avaliação da fase piloto das 41 alianças formadas desde 2017 no âmbito da Iniciativa Universidades Europeias.


O encontro abordará ainda a atratividade das carreiras académicas, abrangendo o ensino e a investigação, questão que assume particular relevância, após o Ministro Manuel Heitor ter enviado uma missiva à Comissária Europeia para a Inovação, Investigação, Cultura, Educação e Juventude, Mariya Gabriel, na qual solicita a Comissária a mobilizar os Estados-Membros para uma Conferência Europeia para avaliar o impacto da pandemia nas carreiras científicas dos jovens investigadores.


O Ministro Manuel Heitor faz-se acompanhar pela Diretora da Agência Nacional Erasmus+ Educação e Formação, Ana Cristina Perdigão. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin