Cultura | Vida

“Silêncio e Memória” no museu de Lisboa, uma viagem pelo mundo de 23 Prémios Nobel da Literatura

Nadine Gordimer © Kim Manresa

A exposição patente no Torreão Poente – Museu de Lisboa, integrada nas celebrações dos 20 anos da atribuição do prémio a José Saramago, sob a égide, “SILÊNCIO E MEMÓRIA — 23 PRÉMIOS NOBEL DE LITERATURA”, com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa e a Fundação José Saramago, presta homenagem aos 23 laureados da literatura contemporânea mundial.

Desde 2005, o fotógrafo Kim Manresa e o jornalista Xavi Ayen entrevistaram e fotografaram nas mais diversas latitudes os Prémios Nobel da Literatura partilhando com o grande público instantes únicos, momentos de intimidade irrepetíveis, palavras, discursos, rotinas, olhares que ficaram registados para sempre nas palavras escritas e nas lentes da câmara.

O trabalho documental de recolha e análise de memórias dos escritores, por parte dos dois jornalistas valeu-lhes o reconhecimento da Academia Sueca que o incorporou no Museu Nobel de Estocolmo. As cerca de 160 imagens e excertos de entrevistas levam o visitante a entrar no universo misterioso dos laureados através do estilo documental, comprometido e humano do fotógrafo espanhol Kim Manresa.

O curador da exposição, Miguel Angel Invarato, adverte que esta mostra pretende provocar um momento de reflexão no público, visto que, ainda hoje, a leitura e a escrita são vistas como ameaças. Há textos censurados e proibidos, autores ameaçados, perseguidos e até presos pelo que escreveram e publicaram. Então, nesta exposição, os 23 laureados com o Prémio Nobel da Literatura podem decifrados emocionalmente através das imagens do fotógrafo espanhol Kim Manresa e das entrevistas do escritor Xavier Ayén.

Há ainda, para o responsável curatorial, testemunhos fortes da literatura como um importante meio de subversão em exemplos como Svetlana Alexievich (Bielorrúsia, Herta Muller (Roménia), ou Nadine Gordimer (África do Sul) que passaram a vida a escrever no exílio, entre muitos outros que puseram a literatura à frente da vida.

A itinerância europeia de “SILÊNCIO E MEMÓRIA — 23 Prémios Nobel de Literatura” arrancará de Lisboa, estando já assegurada a presença em Espanha e Itália, mas, para o comissário da exposição, seria importante e extraordinário que a exposição passasse pelos países lusófonos.

SILÊNCIO E MEMÓRIA — 23 Prémios Nobel de Literatura”, estará patente até 24 de Fevereiro de 2019 no Torreão Poente, Museu de Lisboa.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo