Snowden: “A tecnologia vai melhorar as coisas ao longo do tempo”

Um dos debates mais frequentes da sociedade de hoje em dia tende a ver com o papel da tecnologia na forma como comunicamos entre nós, com o debate a situar-se precisamente em saber se o efeito é positivo ou negativo. É precisamente a esta questão a que tenta responder Edward Snowden num novo vídeo feito em colaboração com o ator e realizador Joseph Gordon-Levitt.

O vídeo foca-se em questões como o efeito da tecnologia na democracia, na discussão de ideias e a forma como subverte opiniões minoritárias, muitas vezes com efeitos algo nefastos para esses grupos.

Mesmo que por enquanto ainda haja efeitos negativos da tecnologia na vida moderna, Snowden mantém-se otimista para o futuro, afirmando que “a tecnologia vai melhorar as coisas ao longo do tempo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Moçambique: SADC alerta para ameaça terrorista em Nampula e Niassa

Moçambique: SADC alerta para ameaça terrorista em Nampula e Niassa

A Missão da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC, na sigla inglesa) em Moçambique informou nesta quinta-feira, 14 de outubro,…
Cabo Verde: Governo acusado de abandonar funções para dedicar-se a campanhas eleitorais

Cabo Verde: Governo acusado de abandonar funções para dedicar-se a campanhas eleitorais

O PAICV acusou o Governo cabo-verdiano de abandonar o país para participar nas campanhas eleitorais, referindo-se indiretamente à campanha do candidato presidencial Carlos Veiga. Este…
Brasil: Bolsonaro ameaça privatizar Petrobras devido ao aumento dos combustíveis

Brasil: Bolsonaro ameaça privatizar Petrobras devido ao aumento dos combustíveis

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira (14) ter vontade de privatizar a Petrobras, justificando que, quando os preços dos…
Angola: João Lourenço mais próximo de José Eduardo dos Santos

Angola: João Lourenço mais próximo de José Eduardo dos Santos

A proximidade entre o Presidente de Angola, João Lourenço, e o seu antecessor, José Eduardo dos Santos, tem aumentado desde…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin